Três foragidos do Compaj são recapturados; trio responde por tráfico de drogas

0
178

Gerson Cintra Custódio, 24, Severino Correa Neto, 29, vulgo “Pequeno”, e Marcelo Gean de Souza Lima, 34, foram recapturados nos bairros Redenção e Coroado 3

Foto: Divulgação/SSP-AM

A Polícia Militar (PM) e da Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop) recapturaram, em ação conjunta, três homens foragidos do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj). As prisões ocorreram na noite de segunda (27) e na manhã desta terça-feira (28).

Gerson Cintra Custódio, 24, Severino Correa Neto, 29, vulgo “Pequeno”, e Marcelo Gean de Souza Lima, 34, foram recapturados nos bairros Redenção e Coroado 3, respectivamente nas zonas Centro-Oeste e Leste de Manaus. Os três respondem a processos na Justiça por tráfico de drogas. As prisões foram efetuadas após denúncia anônima ao Disque-Denúncia da SSP (181).

Gerson Cintra foi preso pela PM na noite de segunda-feira (27), por volta das 19h, na rua Porangatu, Redenção. Ele é namorado de Vanessa Gonçalves Hilário, 21, presa em flagrante na manhã do último dia 27 com aproximadamente 10 kg de entorpecentes, neste mesmo endereço. Ele é dono da droga encontrada com Vanessa e estava foragido desde 13 de agosto de 2017.

Os policiais da Seaop recapturaram Severino Corrêa e Marcelo Gean na manhã desta terça-feira (28), por volta das 10h, na rua Santo Agostinho, bairro Coroado 3. Os policiais chegaram ao local após denúncia anônima para recapturar Severino e, na ocasião, também prenderam Marcelo. No momento da prisão, Severino, que é foragido desde 23 de agosto deste ano, estava escondido na casa de familiares e tentou fugir pelo buraco do ar-condicionado.

Com a chegada da polícia para prender Severino, Marcelo saiu correndo, o que despertou a atenção dos policiais. Marcelo estava foragido do regime semiaberto desde maio de 2015. Com ele, a polícia encontrou trouxinhas de entorpecentes. Ele será encaminhado ao 27º Distrito Integrado de Policia (DIP) para procedimentos judiciais e posteriormente entregue ao sistema prisional.

De acordo com o secretário executivo-adjunto de Operações Integradas, Orlando Amaral, a denúncia de populares é fundamental para tirar esses foragidos de circulação. “A população está nos ajudando através das denúncias ao 181”, enfatizou.

Comentários

comentários