SSP-AM encaminha pessoas para clínicas de tratamento para dependentes químicos

0
359

A Secretaria Executiva-Adjunta de Operações (Seaop), da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), encaminhou, este mês, oito pessoas para tratamento em dependência química. Entre janeiro e março, 20 pessoas foram direcionadas ao tratamento terapêutico para se livrar do vício das drogas. O público foi identificado nas bases da SSP-AM montadas na região da Manaus Moderna, centro, zona sul, e Fuxico, no bairro Jorge Teixeira, zona leste.
Adolescentes e adultos que precisam do serviço e, voluntariamente, querem a internação passam por avaliação e acompanhamento psicossocial antes de iniciarem o tratamento para se livrar do vício nas drogas. A ação desenvolvida por meio do Departamento de Prevenção às Drogas (DPPPV) é feita em parceria com as Secretarias de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e de Assistência Social (Seas).

Foto: Divulgação SSP

Para o secretário Executivo-Adjunto de Operações, major da Polícia Militar do Amazonas Klinger Paiva, a SSP-AM tem se empenhado para garantir ao cidadão a segurança necessária com atuação repressiva, preventiva, investigativa, e também no combate ao tráfico de drogas e suas consequências criminosas e sociais.
“Temos convicção de que a diminuição da criminalidade passa também por um trabalho efetivo e sistemático de combate às drogas, pois a criminalidade e as drogas caminham juntas. A droga tem sido, ao longo dos anos, e agora cada vez mais evidente, um grande flagelo social. Entendemos que a forma mais eficaz de combatê-la é trabalhando na prevenção, no intuito de se criar, principalmente nas crianças e jovens, uma consciência preventiva dos malefícios da dependência nas drogas”, disse.
No mês de março, o DPPV e o Programa de Prevenção à Violência e Combate ao Uso de Narcóticos e Entorpecentes (Previne) da SSP-AM fez o processo de acolhimento e internação na Fazenda Esperança, localizada no Km 15 da rodovia BR-174 (Manaus – Boa Vista), no Ramal Cláudio Mesquita, zona rural de Manaus, e para o Centro de Reabilitação em Dependência química (CRDQ), localizado no Km 53 da Rodovia AM-010 (Manaus – Itacoatiara).
Os internados foram identificados pelo Sistema de Segurança Pública, durante o trabalho de orientação do Previne nas áreas da Manaus Moderna e Fuxico. Na região, por determinação do vice-governador e secretário de Segurança, Bosco Saraiva, foram montadas bases fixas para identificação de guardadores de veículos e carregadores de mercadorias e registro de ocorrências.

Segundo números da Seaop, de janeiro até aqui, foram encaminhadas 20 pessoas para tratamento. Só em março, dos oito encaminhados, seis foram identificados na região comercial do Fuxico. Outras seis pessoas estão em processo de acompanhamento psicológico para iniciarem o tratamento terapêutico.

A Fazenda Esperança é uma comunidade terapêutica que acolhe pessoas dependentes do álcool e drogas ilícitas para a recuperação através da espiritualidade, da convivência em comunidade e do trabalho. O Centro de Reabilitação em Dependência Química (CRDQ) é um espaço voltado para a internação e tratamento de adolescentes e adultos com alto grau de dependência de álcool e outras drogas.

Previne percorre o Estado

Coordenado pela SSP, o Previne já certificou em mais de nove anos de atuação no Amazonas, cerca de 20 mil pessoas de todos os segmentos sociais. A equipe pedagógica formada por psicólogos, assistentes sociais e pedagogos já percorreu todos os municípios amazonenses levando a mensagem de prevenção às drogas e formando multiplicadores entre pais, estudantes, professores, políticos, religiosos, policiais entre outros. O material didático é preparado especialmente para atender as peculiaridades de cada região.
Além de atuar na prevenção do problema das drogas, a equipe do Previne procura auxiliar, ainda, no tratamento de dependentes químicos. Na sede da SSP, o Previne mantém uma sala voltada exclusivamente para oferecer atendimento às famílias que buscam orientações e formas de tratamento para pessoas com problemas referentes ao uso de entorpecentes.
Para a execução dessa atividade, há uma equipe multidisciplinar com profissionais específicos e qualificados como psicólogos, assistentes sociais, investigadores, técnicos de informática, entre outros .Os interessados devem se dirigir a sede da SSP-AM, localizada no Shopping Via Norte, Monte das Oliveiras, zona norte.

Fonte: Assessoria de Comunicação SSP

Comentários

comentários