Polícia prende homem que furtou US$ 8 mil de mulher no aeroporto de Manaus

0
166
Dólares foram recuperados pela polícia e entregues à vítima nesta quinta-feira (23) (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil divulgou nesta quinta-feira (23) a prisão de um homem identificado como Marcelo Augusto Barros de Lima, de 44 anos, suspeito de furtar US$ 8 mil em espécie de uma mulher de 29 anos no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. O crime ocorreu no dia 17 de novembro.

Conforme o delegado titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Turista (DECCT), Antônio Teixeira, o furto ocorreu no momento em que a mulher desembarcava no aeroporto.

De acordo com a autoridade policial, a prisão de Marcelo foi realizada por policiais militares lotados na 73ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município de Novo Aripuanã, no final da tarde do dia do crime, em uma embarcação, que estava atracada naquele município.

As investigações em torno do caso iniciaram ainda na madrugada do dia 17 de novembro deste ano, após a vítima comparecer na especializada para relatar o crime. Dentro da bolsa da vítima, além do dinheiro, constavam ainda uma câmera GoPro e outros pertences pessoais da mulher.

O delegado informou que, ao longo das diligências, a equipe de investigação da DECCT, analisou as câmeras de segurança do aeroporto, onde conseguiram identificar Marcelo. Os policiais receberam informação de que o infrator iria trabalhar em um garimpo nas proximidades do município de Borba.

“Em ato contínuo, nossa equipe, junto com a Politur, entrou em contato com as equipes das polícias civil e militar de Borba e Novo Aripuanã, e conseguimos localizar o infrator em uma embarcação no porto de Novo Aripuanã. É importante salientar que nesta quinta-feira, dia 23, a equipe da DECCT e o diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Mateus Moreira, realizaram a entrega do dinheiro e os demais materiais recuperados para a vítima”, declarou Teixeira.

Marcelo foi conduzido a 73ª DIP de Novo Aripuanã para prestar depoimento. Na unidade policial, foi instaurado um Inquérito Policial (PI) para investigar o caso.

 

Comentários

comentários