Polícia pega em flagrante os responsáveis por roubo no Conselho Tutelar, sendo que dois de são de menor

0
239

A Equipe de Investigação do 10DIP, prendeu em flagrante delito o nacional LUAN MARTINS MAFRA, de 19 anos, pela prática dos crimes de POSSE DE ARMA DE FOGO DE USO RESTRITO e TRÁFICO DE DROGAS.

As investigações iniciaram após o Roubo sucedido no dia 31.10.2017, na sede do CONSELHO TUTELAR do Bairro Alvorada/Redenção, e, com a obtenção das imagens do sistema de monitoramento do local, tornou-se possível a identificação de LUAN e de dois menores de idade, KWRD, de 17 anos, e LRB, de 15 anos, que também atuaram na empreitada criminosa.

Na data de hoje, com informações privilegiadas, angariadas com o trabalho de inteligência policial, logrou-se êxito na prisão em flagrante de LUAN, que estava na posse de DROGA (porção média de Maconha e 13 pedras de Oxi) e da ARMA, revolver calibre 38, com 08 munições, utilizada no Roubo ao Conselho Tutelar da região, bem como na recuperação de 04 celulares das vítimas. Na ocasião, foi realizada, também, a apreensão dos dois menores, os quais prestaram esclarecimentos na Delegacia.
Cumpre frisar, por oportuno, que LUAN MARTINS MAFRA, além do flagrante delito que ora se lhe atribui, irá responder a Inquérito Policial pela prática dos crimes de Roubo Majorado pelo Uso de Arma e Concurso de Pessoas, Associação Criminosa Majorada, e Corrupção de Menores, crimes estes operados no último dia 31 de outubro, na sede do Conselho Tutelar do Bairro Alvorada, conforme exaustivamente enfatizado.

Responderá, ainda, pelo crime de Estupro de Vulnerável, porquanto mantinha relações sexuais, há aproximadamente 03 (três) anos, com a menor Kaylane Silva Mesquita, atualmente com 13 (treze) anos de idade, e com a qual teve um filho de apenas 10 (dez) meses, notabilizando, às escâncaras, a prática do crime previsto no Art. 217-A, do Código Penal, consoante preceitua a letra da recém editada Súmula Nº 593, do Superior Tribunal de Justiça.

De mais a mais, LUAN também está sendo interrogado e indiciado pela prática do crime de Homicídio Qualificado ocorrido em 18 de agosto deste ano, cuja vítima fora o nacional Jailson Amaral dos Santos, admitindo, sem vacilo ou titubeio, ter sido ele o autor dos OITO disparos de arma de fogo que ceifaram a vítima do sobredito indivíduo. Tal procedimento tramita em sigilo na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros – DEHS.

Não bastasse isso, vale notar que LUAN já era procurado pela Polícia, vez que contra ele pesava um Mandado de Prisão Preventiva, expedido nos Autos do Processo Nº 0233925-56.2016.8.04.0001, em trâmite na 2ª Vara do Tribunal do Júri (Inquérito Policial Nº 234/2016 – 10º DIP), após investigação e representação pela medida cautelar extrema oriunda deste 10º DIP, por haver tentado contra a vida de sua sogra, a Sra. Maiza Ribeiro da Silva, mais uma vez munido de arma de fogo, sendo, portanto, tal mandado, devidamente cumprido na data de hoje.

Comentários

comentários