Polícia Civil recupera em Manacapuru dois veículos roubados em Manaus e prende dupla por receptação

0
184

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), sob o comando do delegado Rafael Allemand, titular da unidade policial, prendeu em flagrante, na noite de segunda-feira (15/1), Leandro José Dias Silva, 40, por receptação e uso de documento falso, e Lucivaldo Rodrigues de Oliveira, 35, por receptação. Durante a ação policial, Luan Victor Rosas de Souza, 20, foi detido por receptação.

Conforme a autoridade policial, a ação foi deflagrada em Manaus e em Manacapuru, município distante 68 quilômetros em linha reta da capital. De acordo com Allemand, a equipe de investigação da Derfv chegou até os infratores após receber denúncia anônima, informando que um homem estaria apresentando um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) falso, com o intuito de adquirir uma placa para um carro que estava em Manacapuru.

“Nos deslocamos por volta das 18h até a sede de um órgão estadual em Manaus, onde efetuamos a prisão de Leandro, em posse de um documento falso. Em ato continuo nos dirigimos até Manacapuru para recuperar o veículo citado por ele, modelo Onix, que estava com as placas adulteradas e havia sido roubado no dia 6 de agosto de 2016. Em depoimento, Leandro relatou que havia comprado o carro de Luan e nos informou a localização dele”, explicou Allemand.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O titular da Derfv afirmou que Luan seria o responsável por intermediar, em Manacapuru, as vendas de veículos roubados em Manaus. O delegado atribuiu ao infrator, ainda, a autoria da adulteração dos sinais identificadores dos carros roubados. Durante as diligências, os policiais civis da Derfv localizaram e prenderam Lucivaldo em posse de um veículo modelo Celta, com placas adulteradas, roubado no dia 10 de dezembro de 2017.

Leandro e Lucivaldo foram autuados em flagrante por receptação. Leandro irá responder, ainda, por uso de documento falso. Já Luan foi indiciado por receptação e liberado ao término dos procedimentos na Derfv. Após os trâmites legais no prédio da especializada, Leandro e Lucivaldo serão levados para a carceragem da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru, onde irão ficar à disposição da Justiça daquele município.

Fonte: PCAM

Comentários

comentários