Mortes causadas por guerra entre facções em Manaus é destaque no Jornal da Globo

0
500

Manaus/AM – A carnificina registrada no mês de julho em Manaus, ganhou repercussão na mídia nacional na noite desta quarta-feira (24), quando foi ao ar uma matéria veiculada no Jornal da Globo sobre o disparo da taxa de homicídios na capital amazonense, batendo o recorde de 107 mortes superando o mês de junho, quando Manaus registrou 103 homicídios. A Secretaria de Segurança afirma que o aumento de assassinatos foi impulsionada pela briga entre a facção local Família do Norte (FDN) e a facção carioca Comando Vermelho (CV). A briga pelo domínio do tráfico é o maior motivador das mortes na região. O aumento da violência ainda segundo o órgão, se deu após a fuga de detentos ligados ao Comando Vermelho da unidade prisional.

A disputa entre as facções, gerada no ano de 2017 em nível nacional, promoveu uma reorganização entre os grupos criminosos. O Comando Vermelho, que antes convivia em harmonia com a Família do Norte(FDN), não deu continuidade às alianças firmadas com a facção local. No Amazonas, a facção carioca se aproximou da organização manauara Família do Norte (FDN) e se tornou uma coadjuvante no domínio do tráfico, no entanto um ruptura dessa aliança vem provocando um aumento brutal da onda de violência na capital amazonense como apontou o Jornal da Globo.

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) aponta que a FDN é a terceira maior facção nacional, tendo o controle da rota do Norte pela fronteira com Peru, Colômbia e Venezuela, como porta de entrada marítima de drogas e armas o que possivelmente gerou a cobiça por facções criminosas como PCC e CV.

Para coibir a onda de violência uma força-tarefa composta por 34 delegados foi criada para investigar e identificar os autores dos assassinatos. A força-tarefa será coordenada pelo delegado-Geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito, “a equipe de 35 delegados deve trabalhar 24 horas por dia e a ação não tem prazo para encerramento”, frisou o delegado.

Reportagem do Jornal da GLobo desta quarta-feira (24), sobre a onda de violência em Manaus:

O capitão da Policia Militar do Amazonas, Alberto Neto. Fez uma live em sua página do Facebook comentando sobre o caos na segurança pública do estado, noticiada pelo Jornal da Globo na noite desta quarta-feira (24). Confira:

http://

Comentários

comentários