MANAUS: Polícia detém quadrilha suspeita de assaltar R$ 800 mil em joias dentro de shopping

0
250

Polícia Civil do Amazonas prendeu, na terça-feira (31), um dos quatro assaltante que roubaram R$ 800 mil em joias. O assalto ocorreu em julho deste ano em uma joalheria no Manauara Shopping, na Zona Centro-Sul de Manaus. Ezequias da Silva Cordeiro Junior, 21 anos, conhecido como “Batoré”, era procurado ainda por participação em assalto a banco na Zona Leste da capital.
Na noite do dia 26 de julho, quatro criminosos invadiram o shopping, situado na Avenida Mário Ypiranga, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul da capital. Os assaltantes renderam funcionários e roubaram aproximadamente R$ 800 em joias. Os criminosos chegaram efetuar disparos de armas durante a ação.
Depois do crime, a Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd) iniciou as investigações e prendeu três suspeitos de integrar a quadrilha. Na manhã de terça-feira, por volta das 6h, os policiais civis localizaram Junior na residência da companheira dele, situada na quarta etapa do bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.
Segundo o delegado Adriano Felix, titular da Derfd, as investigações em torno do caso estão em andamento há, aproximadamente, três meses. “É um indivíduo de alta periculosidade e a Derfd estava três meses no encalço desse infrator. Ele foi indivíduo que rendeu as duas funcionárias na joalheria e levou as joias”, afirmou o delegado.
Para polícia, há indícios que apontam o envolvimento de Ezequias Junior no roubo a agência bancária. O armamento utilizado do segundo assalto foi trocado por joias roubadas.
“Essas joais foram negociadas com indivíduo peruano e que foram trocadas por drogas e armas. Armas essas apreendidas no último roubo de uma agência do Bradesco ocorrido na avenida Autaz Mirim, quando os assaltantes trocaram tiros com a Polícia Militar. O Batoré é um dos indivíduos que estava no roubo do banco e trocou tiros com policiais”, explicou o delegado.

Junior confessou ao G1 ter cometido os assaltos, mas não quis dar detalhes sobre as ações criminosas do grupo.
A polícia agora trabalha para prender outras duas pessoas que participaram do planejamento e deram apoio aos quatro assaltantes que invadiram o shopping. “Essa quadrilha ainda tem pessoas foragidas, mas os responsáveis e mais importantes foram apreendidos”, enfatizou Adriano Felix.

Ezequias da Silva Cordeiro foi preso em Manaus nesta terça-feira (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)
Tiroteio ocorreu em frente a joalheira (Foto: César Nunes/Rede Amazônica)
Fonte: G1

Comentários

comentários