Jovem é morta com tiro na cabeça; polícia suspeita que o crime tenha sido encomendado

0
735

Uma vendedora de cosméticos morreu depois de ser baleada na cabeça, no final da tarde de quinta-feira (30). Um homem armado atirou contra Dayara Cerdeira Lima, de 27 anos, quando ela visitava uma irmã no bairro Betânia, na Zona Sul de Manaus. A Polícia Civil acredita que o crime tenha sido encomendado.
O crime ocorreu na Rua Santa Etelvina com 31 de Março, por volta das 17h30. Segundo a polícia, a vítima visitava uma irmã e conversava com mais uma mulher em frente ao prédio residencial onde o crime ocorreu.
Testemunhas relataram que um veículo modelo Pálio, de cor prata, passou várias vezes pelo local. O carro parou em frente ao prédio onde a vendedora estava com irmã, o sobrinho de sete meses e uma vizinha. O atirador teria se aproximado da vítima, voltado ao carro para pegar uma arma e, em seguida, retornado para matar Dayara Cerdeira.
Baleada com tiro na cabeça, a vendedora foi levada de carro por familiares para Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) Zona Sul, na Colônia Oliveira Machado. Dayara Cerdeira não resistiu e morreu minutos depois. Câmeras de vigilância do prédio captaram parte da ação criminosa e a fuga do atirador.
O assassinato é investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que trabalha com suspeita de que o crimetenha sido premeditado e encomendado. O celular da vítima foi apreendido e será analisado pela polícia.

Abalados, os familiares da vítima disseram apenas que não tem suspeita da motivação e autoria do assassinato.
A vítima era casada e mãe de um menino de dois anos. Dayane Cerdeira era natural de Óbidos (PA) e morava em Manaus há 10 anos. Ela residia com o marido e filho no bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital. O corpo será levado para sepultamento na cidade paraense nesta sexta-feira (1°).

Fonte: G1 Amazonas

Comentários

comentários