José Melo e Edilene podem ser soltos nas próximas horas

0
204

A desembargadora Mônica Sifuentes, do Tribunal Regional Federal da 1a Região (TRF-1) solicitou, na noite de ontem, 12, à Justiça Federal do Amazonas, informações sobre a prisão preventiva do ex-governador José Melo e da ex-primeira-dama, Edilene Melo. A magistrada deu um prazo de até 72 horas para que as informações sejam encaminhadas.

Assim que receber as informações referente ao caso, a desembargadora vai julgar o pedido de habeas corpus solicitado pela defesa de José Melo e Edilene, ingressado no último dia 8, solicitando a liberdade do casal.

Melo e Edilene estão presos desde o dia 4 de janeiro, no Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM2) e Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF), respectivamente. O casal foi preso durante a operação “Estado de Emergência”, deflagrado pela Polícia Federal, que investiga o desvio de mais de R$ 110 milhões da saúde do Estado.

Fonte: Blog do Mario Adolfo

Comentários

comentários