Empresário que matou sargento da PM se apresenta e é indiciado por homicídio

0
240

Completando uma semana da morte do sargento Sérgio Ramos(PM) nesta quinta-feira(15), o empresário que dirigia o carro de luxo que teria batido no policial se apresentou e deu seu depoimento na Delegacia Especializada em Acidente de Trânsito – DEAT.
Clóvis de Oliveira Maia Filho, 49 anos, empresário, era quem diria o carro no momento do acidente e após a batida teria fugido do local. Conforme dito pelo delegado Luís Humberto, titular Deat, o motorista foi indiciado homicídio culposo, sem intenção de matar.

Acidente

O acidente aconteceu na semana passada, quinta-feira(8) na Avenida Santos Dumont, no bairro Tarumã, na Zona Oeste de Manaus, próximo ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. O sargento pilotava uma moto e estava a caminho do enterro de outro PM, o Cabo Rivelino. Ele iria tocar no enterro e prestar sua última homenagem ao policial mas acabou sendo batido no caminho ao cemitério do Tarumã. Com o impacto da colisão, o policial acabou quebrando o pescoço.

Foto: Portal do Holanda

Texto: Rafael Simões

Comentários

comentários