Carros do Uber estão sendo apreendidos pela SMTU, em Manaus; motoristas protestam contra

0
602

Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) apreendeu na manhã desta quarta-feira (20), em Manaus, dois veículos do aplicativo de transporte Uber dentro da rodoviária da cidade. Após as apreensões, motoristas da empresa Uber protestaram contra a Prefeitura de Manaus na sede da administração municipal, na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste.
Em vídeo que a reportagem do Portal A Crítica teve acesso, fiscais da SMTU aparecem apreendendo carros da Uber na rodoviária. Em seguida, os fiscais e motoristas do Uber discutem. “Não tem lei em Manaus. Conforme a Constituição Federal eu posso andar (de Uber). Você pode me mostrar a lei (inaudível)?”, afirma o motorista. E o fiscal da SMTU responde: “Deixa eu fazer meu trabalho. Qualquer coisa você procura a SMTU”.

Após as apreensões, motoristas do Uber foram até a sede da prefeitura, na av. Brasil, Compensa, e fizeram uma manifestação. “Estamos aqui em frente à Prefeitura de Manaus porque dois carros nossos foram apreendidos na rodoviária. Perguntamos o motivo do funcionário da SMTU e ele nos disse que a decisão tinha saído do próprio gabinete do prefeito”, disse a motorista Samara Nicacio.

A condutora da Uber também lamentou a decisão do poder municipal. “A gente está levando comida para a nossa mesa quando trabalhamos com a Uber. É desse trabalho que vem o meu sustento. Tenho material escolar para comprar”, completou.
O motorista de Uber Alisson Barros, ex-funcionário público, disse à reportagem que uma comissão de quatro pessoas foi recebida na sede da prefeitura pelo superintendente da SMTU. “Estamos aguardando esse retorno. Queremos questionar o prefeito sobre o motivo dessa perseguição contra nós e protestar contra esse absurdo que afetou nossos colegas. Ano que vem tem eleições e jamais vamos esquecer disso”.
Em nota, a SMTU informou que os carros do Uber foram apreendidos durante uma operação junto à Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam) para coibir o transporte irregular de passageiros. “Entre as apreensões, havia veículos realizando transporte sem autorização por parte da SMTU, além de carros fazendo serviço de frete irregular”.
“As ações de fiscalização são cotidianas e já resultaram na apreensão, apenas neste ano, de mais de dois mil veículos, sendo a maior parte mototáxis clandestinos e táxis sem documentação regular, além de micro-ônibus em mal estado de conservação. A SMTU reforça que as fiscalizações não são voltadas apenas para um único modal de transporte”, informou o órgão.

Comentários

comentários