“Bancada da Bala”: Congresso é esvaziado em protesto contra a morte de policiais

0
191

Na tarde desta quinta-feira (26/10), um dia depois da votação que rejeitou a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, durante um ato de protesto, o gramado em frente ao Congresso Nacional foi preenchido por centenas de pequenas cruzes de madeira.

"Bancada da Bala": Congresso é esvaziado em protesto contra a morte de policiais - Imagem: Divulgação
“Bancada da Bala”: Congresso é esvaziado em protesto contra a morte de policiais – Imagem: Divulgação

O protesto é pela morte de policiais no país, especialmente no Rio de Janeiro, onde mais de 100 PMs haviam sido mortos em 2017 até o início de setembro de 2017. Na manhã desta quinta-feira (26/10) o comandante do 3º BPM (Méier), coronel Luiz Gustavo Teixeira, morreu durante um atentado, no Rio de Janeiro.

A votação polêmica barrou a tramitação da acusação contra Michel Temer, o plenário da Câmara realizou na manhã e início da tarde desta quinta-feira (26/10) uma sessão para debater o assassinato de policiais no país.

O deputado Alberto Fraga (DEM-DF), um dos principais integrantes da chamada “bancada da bala” no Congresso, preside a solenidade.

 

Comentários

comentários