Assassinatos em série de presos com tornozeleira eletrônicas chama atenção das autoridades no Amazonas

0
80

O aumento assustador do número de homicídios no Amazonas e principalmente em Manaus, neste mês de Julho, tem chamado atenção das autoridades a nível nacional. O preocupante crescimento do tráfico de drogas na região norte colide com o aumento dos homicídios na capital amazonense.  De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) desde a última segunda-feira (18), sete presidiários do regime semiaberto que eram monitorados por tornozeleiras eletrônicas foram assassinados.

O número alarmante indica possível disputa entre facções criminosos pelo controle do tráfico de drogas em Manaus, o número reflete em uma média duas execuções por dia. Ainda segundo o órgão, os bairros com o maior registro de homicídios são Compensa, Jorge Teixeira e Cidade. A maioria das vítimas eram monitoras via tornozeleiras eletrônicas. Só mentes nos primeiros quinze dias de Julho foram registados 50 homicídios na capital.

Comentários

comentários